DESTAQUES

Sindsaúde leva bandeiras de luta para mobilização nacional contra perdas de direitos dos trabalhadores

Fotos: João Ubaldo

Fotos: João Ubaldo

O Dia Nacional de Mobilização levou milhares de pessoas às ruas de Salvador nesta sexta-feira (10). A concentração começou cedo nas pistas de saída do Dique do Tororó em direção à Estação da Lapa. A diretoria do Sindsaúde-Ba e os servidores da saúde se uniram às demais categorias e seguiram em caminhada do Campo Grande em direção à Praça Castro Alves em protesto contra a perda de direitos da classe trabalhadora.

Com faixas, bandeiras e carros de som, a mobilização foi aumentando e chamando a atenção da população que mostrou apoio ao movimento. Na Bahia, o Sindsaúde e os trabalhadores também denunciaram a retirada de direitos dos servidores estaduais e a política perversa de desmonte do SUS e desvalorização do serviço público adotadas pelo governador Rui Costa.

O Presidente do Sindsaúde Silvio Roberto dos Anjos e Silva ressaltou a importância da união dos trabalhadores contra a perda de direitos. “Esta manifestação é para que os trabalhadores reajam contra estas medidas propostas pelo governo golpista. Precisamos continuar nas ruas pressionando para que estas medidas não tragam prejuízos para os trabalhadores”, afirmou.

site2As atividades foram convocadas pelas centrais sindicais CTB, CUT, Força Sindical, UGT, CSP-Conlutas, além da Frente Brasil Popular, movimentos sociais e estudantil. A escolha do dia 10 de novembro (próxima sexta-feira) se deu porque é a data que antecedeu a vigência da lei que alterou a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e golpeou o trabalhador e a trabalhadora.

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.