OUTRAS NOTÍCIAS

Servidores assustados com início da municipalização do HGLVF

{AC2AC0DD-2280-DBDA-D8CD-3CBA25B3C1A4}

Sindsaúde-Ba questiona a Sesab sobre o processo, que não ouviu os trabalhadores da unidade

Os cerca de 470 servidores lotados no Hospital Geral Luiz Viana Filho, em ilhéus, estão assustados diante do início do processo de municipalização da unidade, oficializado dia 31 de outubro, na SESAB, com a assinatura do Termo de Cessão de Uso de Bem Móvel (nº 529\17) pelo prefeito em exercício José Nazal Pacheco Soub. O Sindsaúde-Ba questiona a gestão sobre o processo, adotado sem prestar esclarecimentos aos trabalhadores, que encontram-se alarmados diante da falta de informações sobre a situação trabalhista.

A diretoria da entidade já fez várias sondagens junto à SESAB cobrando um posicionamento sobre a municipalização, inclusive na última reunião com a superintendente de RH, Maria do Rosário Muricy, dia 16 de outubro, mas o destino dos servidores do HGLVF continua sendo uma grande interrogação.

O Sindsaúde encaminhou também ofício ao secretário da Saúde, Fábio Vilas Boas, sobre a situação do Luiz Viana Filho, mas até o momento sem qualquer resposta. Além disso os servidores do HRLVF estão fazendo abaixo-assinado pleiteando a relocação para o Hospital  da Costa do Cacau.

A vice-presidente do sindicato, Tereza Deiró, esteve em Ilhéus para ouvir os trabalhadores, quando demonstraram insatisfação diante do total desrespeito com que estão sendo tratados. Eles relataram a falta de diálogo por parte da gestão da unidade, que tem ignorado o pleito dos servidores pela transferência para o novo hospital.

http://www.ilheus.ba.gov.br/detalhe-da-materia/info/prefeitura-oficializa-municipalizacao-do-hospital-regional-luiz-viana/70059

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.