DESTAQUES

Reunião delibera manifestação para dezembro no HGRS.

Em reunião nesta segunda-feira, 25 de novembro, no anexo, do Hospital Geral Roberto Santos – HGRS com servidores públicos do Estado da Bahia marcou mais uma luta travada pelo SindsaúdeBa e a administração pública, o Governo do Estado.  Na pauta: condições de trabalho, terceirização em massa, salários atrasados, segurança, aposentadoria, reajuste e atendimento geral no HGRS.

Com uma enorme insatisfação dos funcionários terceirizados e os públicos do Hospital Geral Roberto Santos – HGRS, os enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares, maqueiros, nutricionistas entre outras categorias reuniram para deliberar moção e um ato para dia 9 de dezembro, na porta do Hospital para chamar atenção a pauta de reivindição: Direitos Trabalhistas e respeito.

De acordo com a Secretária Geral do Sindsaúde, Inalba Fontenelle, a reunião serviu para nortear as próximas ações e alerta para a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) sobre a atual situação estrutural e humana do HGRS, maior hospital público da Bahia.

Na pauta de reivindicações, a categoria exige melhores condições de trabalho, escala de serviço, déficit de profissional, falta de segurança, inadequação de estrutura física, superlotação, terceirização da saúde, assédios, alimentação da equipe e paciente, Planserv, aposentadoria, escalas, emergência, RH Bahia, processo e outros pontos.

A deliberação na reunião que no próximo dia 9 de dezembro, na porta do HGRS, uma manifestação juntos com servidores públicos chame atenção da coordenação do Hospital. “Os trabalhadores aguardam um posicionamento da Sesab sobre essas pautas e outros assuntos que estamos cansados de encaminhar ofícios e vistar à entidade, nossos servidores e a população vem sofrendo e para resolver alguns pontos na pauta é preciso boa vontade, que o governo do Estado da Bahia não está tendo!”, comentou Inalba.

“Os servidores do HGRS reivindicam reunião com a diretoria da unidade para discutirem uma saúde pública que valorize o servidor e garanta melhoria do atendimento à população do hospital que é uma das principais referências de atendimento da rede pública do estado”, afirma Inalba.


O SindsaúdeBa pontua a falta de ações concreta na saúde pública e na saúde dos servidores por toda a Bahia. “Assim como HGRS, nós estamos viajando por toda a Bahia, através do Sindsaúde Itinerante e constatamos vários problemas, no caso do Planserv estamos fazendo um relatório e repassado tentando ajudar nossos colegas servidores no interior, na capital, não será diferente, cada problemas vamos juntos atuar para melhorar o plano que é nosso”, pontuou a presidente Ivanilda Brito.

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.