DESTAQUES

Sindsaúde marca presença na 10ª Conferência Estadual de Saúde da Bahia e cobra investimentos para o SUS

A presidente do Sindsaúde e Conselheira Estadual de Saúde Ivanilda Brito e a diretora e membro da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Salvador Aladilce Souza participaram da mesa de abertura da 10º Conferência Estadual de Saúde da Bahia, realizada na segunda-feira (8/7) com o tema ‘Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS’, que teve coordenações do professor da Universidade Federal da Bahia, Jairnilson Paim e do médico Drauzio Varella. A vice-presidente do Sindsaúde Tereza Deiró também integrou os trabalhos do primeiro dia do evento.

A conferência é uma iniciativa do Conselho Estadual de Saúde, com apoio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), e conta com as participações de usuários do Sistema Único de Saúde, trabalhadores e gestores da área de saúde. As atividades foram iniciadas no dia 7 de julho e seguem até o dia 10.

Também no dia 8, à tarde, foram iniciadas as mesas temáticas em torno dos seguintes eixos: “Saúde como Direito”, “Consolidação do SUS” e “Financiamento do SUS”, além de realizado um ato público para lançamento da Carta da Bahia.

Nesta terça (9/7), serão realizados os Grupos de Trabalho  com aprovação de propostas nos âmbitos nacionais e estaduais. No último dia da Conferência (10/7) haverá a plenária final, seguida de aprovação das propostas e eleição dos delegados para a Conferência Nacional.

Durante o evento, a diretoria do Sindsaúde cobrou o fortalecimento do SUS na Bahia, com melhores condições de trabalho, valorização profissional e a realização de concurso público. A entidade também entregou carta aberta em defesa dos Núcleos Regionais de Saúde, que passaram a ter menos investimentos do governo após a extinção das Diretorias Regionais de Saúde (DIRES), em 2015.

Os trabalhadores solicitaram o apoio dos delegados para que Governo do Estado e o atual Secretário da Saúde mais investimentos para as políticas da Atenção Básica, da Educação em Saúde, das Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, de Atenção à Saúde, dentre outros setores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.