DESTAQUES

SindSaúde trata demandas da categoria com o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas

A diretoria do Sindsaúde, representada pela presidente Ivanilda Brito, a diretora Administrativa, Maria Leonor Santos e a assessora de Recursos Humanos da entidade, Jucélia Fernandes, se reuniram com o Secretário de Saúde do Governo da Bahia, Fábio Vilas-Boas e o assessor especial, Cássio Garcia, para tratar das pautas específicas dos servidores da Sesab. O encontro ocorreu na quinta-feira (27/06), pela manhã.

Ivanilda ressaltou a importância da agenda com Vilas-Boas. “Desde que assumimos a presidência do Sindsaúde tentamos diálogo com o secretário, a fim de resolver demandas dos trabalhadores da Saúde no estado. Após muita luta, paciência e perseverança conseguimos, finalmente, uma reunião com o secretário”.

O Sindsaúde levou ao secretário questões específicas da categoria, entre elas, progressão, promoção, RH Bahia, a morosidade das aposentadorias, abono de permanência, abono salarial, condições de trabalho e déficit de pessoal, solicitando medidas urgentes do governo para solucionar os problemas que vêm atingindo os servidores ao longo dos últimos anos.

“Deixamos claro que os trabalhadores e trabalhadoras da área, tanto na capital como no interior, vêm sofrendo com a falta de investimentos e os cortes constantes. Nossos servidores estão há quatro anos sem nenhum tipo de reajuste, trabalham em condições precárias, e isso tem afetado, inclusive, a saúde mental desses trabalhadores. Tivemos uma conversa clara, objetiva e cobramos soluções”, declarou Brito.

As dirigentes do Sindsáude informaram que Vilas-Boas direcionou algumas pontos da pauta para a superintendente de Recursos Humanos do Governo, Janaina Peralta, que agendou um encontro com a direção do sindicato para o dia 5 do corrente mês.

Com relação às aposentadorias, o secretário informou que, para dar agilidade aos processos, será contratada mão de obra extra, por meio do Regime de Direito Administrativo (REDA).

“O Secretário se colocou sensível quando sugerimos que os servidores que estão em processo de aposentadoria, possam ter suas escalas de serviços flexibilizadas, considerando que já laboraram além dos 30/35 anos de trabalho e que a demora de até 3 anos para publicação das aposentadorias tem sido muito penosa para os trabalhadores”, disse Ivanilda.

“Esperamos que o Secretário mantenha as portas abertas, precisamos de soluções para as diversas demamdas dos servidores que chegam até o sindicato”, disse a presidente.

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.