DESTAQUES

Sindsaúde-Ba integra Comitê Baiano em Defesa da Previdência

Fotos: João Ubaldo

O Sindsaúde-Ba participou no dia 6 de junho do lançamento do Comitê Baiano em Defesa da Previdência Pública, grupo de entidades e organizações que se reuniram com o intuito de ampliar o debate sobre Previdência e a proposta de reforma do governo federal

O evento, que aconteceu no auditório da Assembleia Legislativa, reuniu diversas lideranças sindicais, parlamentares, representantes do poder público e movimentos sociais contrários à proposta de emenda constitucional que modifica em diversos pontos a previdência brasileira.

A presidente do Sindsaúde-Ba e representante da União Brasileira de Mulheres (UBM-Bahia) Ivanilda Brito destacou a importância da união de todos com o objetivo de alertar os trabalhadores sobre a gravidade e os prejuízos da reforma. “Este é um momento especial e necessário diante dessa conjuntura que estamos vivendo. Este é o momento da gente se unir. Temos uma grande responsabilidade de alertar os servidores e os trabalhadores, em geral, que, se a gente não lutar vamos ser prejudicados. O povo brasileiro não merece isso”, afirmou.

Além do Comitê, também foi lançada a “Frente Parlamentar Baiana em Defesa da Previdência”, reunindo deputados estaduais, federais e vereadores em um grande movimento visando impedir que as mudanças propostas pela PEC 06/2019 avancem no Congresso.

Greve Geral e Luta contra o retrocesso

A presidente da Frente Parlamentar de Defesa da Previdência Pública da Câmara Municipal de Salvador e diretora do Sindsaúde-Ba Aladilce Souza destacou o momento difícil enfrentado pelos trabalhadores brasileiros, que vêm sofrendo sucessivas perdas de direitos com o desmonte do Estado brasileiro nos últimos anos.

Ela conclamou a todos a reagirem ao retrocesso e unir forças para a realização de uma vitoriosa Greve Geral no dia 14 de junho. “Estamos criando aqui uma organização para nos colocarmos em posição de confronto com este governo. Nós temos que reagir e confrontar a política de destruição que está sendo feita neste país. Dia 14 vamos construir uma Greve Geral vitoriosa. Não vamos entregar a nossa Previdência, a maior política de Estado que  temos”, afirmou.

Participam desse Comitê a CUT, CTB, CSP-Conlutas, UGT, Força Sindical, Nova Central, Intersindical, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, Anfip, Sindjufe-BA, Safiteba, Fenafisco, Sindsefaz, Asempt, Apub, Sinasefe, Andes, Sinpojud, Assibge, Auditoria Cidadã – Núcleo Bahia, Sindsaúde-BA, Assufba, Sintaj-Ba E Fetrab.

 

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.