DESTAQUES

Sindsaúde esclarece que não participou de reunião com governo para discutir crise financeira do Estado

O Sindsaúde esclarece que, ao contrário do que divulgou o líder do governo na Assembleia, o deputado Zé Neto, não houve nenhuma reunião prévia do governo com representantes das entidades, desde o ano passado, para discutir a crise do Estado e as possíveis medidas nefastas que seriam adotadas contra os trabalhadores.

As entidades foram surpreendidas com o anuncio do governo, através da Serin e Saeb, no final de outubro, sobre a situação financeira e o déficit do FUNPREV, e as medidas que seriam adotadas. O Sindsaúde e demais entidades deixaram claro que não concordavam com a atitude do governo e diante da iminência de aprovação das medidas, imediatamente, convocaram os servidores para mobilização e enfrentamento.

A reunião que os representantes sindicais tiveram com o parlamentar aconteceu somente durante o movimento de mobilização e ocupação da ALBA com o único intuito de buscar abertura de diálogo com o governo, com o objetivo de retirada dos pontos do projeto de lei que prejudicam os servidores como o aumento da alíquota do Funprev de 12% para 14% e a redução do aporte do Planserv em 50%.

“Ele, como representante do governo na Assembleia está usando de má fé, a visita que fizemos a ele para alegar que as entidades tinham conhecimento da situação. Infelizmente os deputados que estão na Assembleia Legislativa não estão ali para atender os interesses dos trabalhadores e da sociedade”, afirmou a presidente do Sindsaúde Ivanilda Brito.

 

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.