OUTRAS NOTÍCIAS

Poema: “Mas passar fome eu não quero não!” – por Zequinha Reis

Mas passar fome eu não quero não!

Nós estamos no tempo do zero

Zero de acordo, conversa ou aumento

Andar para trás também não quero

Uma vida digna é o que eu espero

E mais um pouco de atenção

Nós reclamamos com razão

Nenhum ganho para comemorar

Meus companheiros quero honrar

Mas passar fome eu não quero não

A justiça da causa como ganha

O governo faz de conta que não viu

Remorso ou dó, nunca sentiu

As perdas não olha nem acompanha

Faz vista grossa para campanha

Tira Insalubridade e Progressão

Nega reajuste e Promoção

Não tem nada de bom para se falar

Meus compromissos quero honrar

Mas passar fome eu não quero não!

Zequinha Reis – auxiliar de enfermagem da Unidade de Saúde da Família do município América Dourada.

Compartilhe!

Os comentários estão encerrados.