O contúdo desta página necessita que o Plugin do Adobe Flash esteja instalado. Clique para baixar:

Imagem Download Flash Player

Destaque

Reabertas as negociações com o governador Jaques Wagner

29/09/2011

Imagem Notícia

Fotos: Adenilson Nunes (Secom). Ver mais fotos na Galeria

 

Foi proveitosa a audiência do Sindsaúde-Ba com o governador Jaques Wagner, na tarde de quinta-feira (29), com a presença do secretário da Saúde, Jorge Solla, estabelecendo decisivamente a retomada das negociações. Foram entregues contracheques das diversas categorias, junto com um documento enumerando as principais reivindicações dos trabalhadores da Sesab. O governador afirmou que estava atento às questões e que a mesa de negociação deveria tratar de solucioná-las na medida do possível. E concordou com os sindicalistas quanto à importância de uma política que valorize o salário base e não “penduricalhos”, numa referência direta às gratificações.

No documento entregue a Wagner o Sindsaúde ressaltou a necessidade de uma análise criteriosa da situação estabelecida pelo PCCV (Lei 11.373/2009 – de 05 de fevereiro de 2009), no tocante, particularmente, aos critérios firmados pela SAEB/SESAB para a concessão da GID, parcela importante da remuneração dos servidores da Saúde. O texto deixa claro que pelas disparidades e variações impostas a trabalhadores de mesma categoria, lotados em diferentes unidades e em alguns casos na mesma unidade, a GID vem se traduzindo em enorme insatisfação para grande parte desses servidores.

“Consideramos a implantação do PCCV da Saúde avanço do ponto de vista da política de pessoal, entretanto, tamanhas são as distorções que obscurecem o êxito de per se. Os trabalhadores da Saúde do Estado da Bahia almejam uma política de pessoal que valorize a carreira e se configure como instrumento fortalecedor do Sistema único de Saúde – SUS”, diz o documento.

Os dirigentes do Sindsaúde apresentaram a proposta de revisão do PCCV, explicitando que o sonho dos trabalhadores é ter vencimento básico decente, com plano de carreira que considere o tempo de serviço; incorporação da GID; regularização da situação dos municipalizados; inclusão do grupo técnico-administrativo no PCCV; e melhoria salarial para os aposentados.

Sobre a URV, Wagner reafirmou sua posição de pagar a URV se a Justiça mandar executar a ação do Sindsaúde. Os diretores frisaram que o processo já se encontra em execução e cobraram agilidade na solução do impasse. “Temos acompanhado vossos pronunciamentos a respeito do pagamento da URV, assim solicitamos que haja empenho de V. Exa. no sentido de cumprir com agilidade o que foi determinado pela Justiça, buscando agilidade nos cálculos para o pagamento da URV dos servidores da Saúde”, diz o documento.

O governador reforçou, por diversas vezes, que as mesas de negociação permanente, tanto a Central quanto as setoriais, devem buscar soluções baseadas sempre no diálogo com os sindicatos.

O Sindsaúde foi representado pelo presidente Sílvio Roberto dos Anjos e Silva; pela diretora e vereadora Aladilce Souza, vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Salvador; e pelos diretores Tereza Deiró, Natalícia Santos Silva, Jorge da Silva, Dijalma Rossi e Edson Santos Leite. Pelo governo participaram, ainda, Telma Dantas, Bruno Guimarães e Rosa Ceci, todos da Superintendência de Recursos Humanos da Sesab.

 

 

Galeria de Imagens

Não há imagens cadastradas junto a essa notícia.

Comentários

Total de comentários: 47.

30/09/11 - 09:33 - miriam de oliveira cerqueira

cadê a produtividade que o governo prometeu aos servidores do hge especialmente os aux de enfermagem,até o momento só vieram normas e regras a serem cumpridas com ameaças de tirarem uma parte da produtividade que por sinal não veio ahahahahaha estamos esperando essa tal da produtividade,promessa é dívida

30/09/11 - 09:39 - daniele

HÁ UMA ENORME INSATISFAÇÃO QUANTO A DISPARIDADE DA GID DOS 240 HS COM RELAÇÃO A 180 HORAS.ONDE FICA O 1/3 DA GID COM RELAÇÃO AOS DE 180 HORAS.A GID DE DESEMPENHO QUASE IGUALA A GID DOS DE EXTENSAO DE CARGA HORARIA.CAUSA ASSIM ,DESAGREGAÇÃO E MOTIVO DE CHACOTAS ENTRE OS FUNCIONARIOS ,A MEDIDA QUE OS DE MENOR CARGA HORARIA ,ESTÃO GANHANDO UM VALOR DE GID SOMADO COM DESEMPENHO QUASE IGUA L DOS DE 240 HS.OU SEJA ,QUEM TRABALHA 1 /3 A MAIS DA CARGA HORARIA ,ESTÁ COM SEU TRABALHO DEPRECIADO .TRABALHA MAIS E GANHA IGUAL.CORREÇÃO DESTE DISPARATE JÁ!

30/09/11 - 09:40 - paulina rocha

pelo que eu entendi o governador quer que silva zarif de um ultimato p/ ele poder assinar o pagamento da urv da saude eh assim?ou eu stou errada? ele sta parecendo minha filha que sabe que tem que arrumar o quarto mas só arruma se eu ordenar?faça o que eh certo vagner sua mãe ñ lhe ensinou pague nossa urv depois vc constroi a ponte salvador itaparica prometo te ajudar em oração.

30/09/11 - 10:03 - Messias Franca de Macedo

A V. Exa., o senhor governador Jaques Wagner, considera decisão judicial aquela referendada pelo Tribunal de Justiça da Bahia?! Se a resposta for afirmativa, nós, servidores da SESAB, já poderemos fazer as compras... Do Natal de 2012(!)... Sobre a implantação efetiva do PCCV (Lei 11.373/2009 – de 05 de fevereiro de 2009), o primeiro – e fundamental passo – é o estabelecimento de uma Comissão formada por dirigentes sindicais (SindSaúde, Sindimed...) e representantes das Secretarias da Saúde, da Administração e da Fazenda [E todo o processo acompanhado por muitas orações (risos)]. Parabéns aos diretores do SindSaúde pelo empenho e pela capacidade de dialogar diretamente com o governador. Continuemos atentos e mobilizados no sentido de resgatar a justiça e os nossos lídimos direitos enquanto dignos e dignas trabalhadores(as). Messias Franca de Macedo

30/09/11 - 10:42 - ZE WALTER SAUDE CIPÓ

NOTA (10) PARA O SINDSAUDE E PARABENIZAR O NOSSO ILUSTRE GOVERNADOR WAGNER, TENHO CERTEZA COLEGAS QUE A COISA AGORA VAI FUNCIONAR. JÁ TIVEMOS LONGE A FRUTA SÓ DA NO TEMPO. MANDAR UM AABRAÇO PARA OS COLEGAS DE OLINDINA, EM NOME DO AMITGO AFRANIO BAHIA. TERRA QUERIDA OLINDINA DO MEU ILUSTRE DEP. CARLOS UBALDINO E MEU FUTURO PREFEITO CARLINHOS.

30/09/11 - 11:30 - Digite seu nome

Sim, e dai! Hahahahahaha!! Muito boa mesmo. QuaQuaQuaQua. Agora sim ta tudo resolvido.Alguem duvida? Hahahahahahahaha

30/09/11 - 13:19 - Messias Franca de Macedo

Ajuste em comentário anterior: ..., o primeiro – e fundamental - passo é o estabelecimento de uma Comissão... Messias Franca de Macedo

30/09/11 - 14:31 - Valdeci Silva

Eu so quero ver o resultado desta U R V se o governador vai passar por cima da decisão judicial.

30/09/11 - 16:01 - Jaqueline

Diante do posicionamento do sindicato em nao estabelercer prazo para a resolução dos nossos problemas, que são urgentes.Nao vejo outra soluçao a nao ser me desligar deste, pois parece que a luta agora é contra nos e nao pra nos.É uma vergonha!

30/09/11 - 17:21 - WELLINGTON HEOM

OI GENTE.O MESSIAS SEMPRE PRAGMÁTICO,IRÔNICO E COM CLAREZA DE PENSAMENTO(LEIA-SE:INTELIGÊNCIA).FINALMENTE O GOVERNADOR RESOLVEU NOS ATENDER.NA PRÓXIMA ASSEMBLEIA PRECISAMOS SABER O QUE TEMOS DE CONCRETO.EU PENSO QUE A REUNIÃO COM O GOVERNADOR ERA PARA BATER O MARTELO EM ALGUNS TEMAS.ESTAREI NA ASSEMBLEIA.ATÉ.APAREÇAM!

30/09/11 - 17:37 - Messias Franca de Macedo

NOTA OFICIAL- SAEB- SEFAZ-BA O GOVERNO DA BAHIA FIRMA CONVÊNIO COM O BANCO DO BRASIL, PARA O PAGAMENTO DA URV DE TODOS OS SERVIDORES POLICIAIS DA BAHIA, ESTA CARREIIRA SERÁ A PRIMEIRA DO EXECUTIVO A SER CONTENPLADA, COM ESTA AÇÃO DO GOVERNO DA BAHIA, SEGUINDO A META DE VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO DA BAHIA. FONTE FIDEDIGNA; DOE, AGECOM E CONFERE COM O ORIGINAL..... FONTE: http://www.aratuonline.com.br/noticia Messias Franca de Macedo

30/09/11 - 17:43 - Municipalizada

Já critiquei bastante Governo, Sindsaude, Só que agora eu acho que devemos dar um voto de credibilidade. Não é possível que diante de tantas irregularidades que ele mesmo reconhece , o governador não vá fazer a coisa certa. Veja lá governador não esqueça nos seus compromissos dos pobres municipalizados!!!

30/09/11 - 19:47 - joana

Sera que o governador vai cumprir com a palavra de homem? espero que sim vai ficar bem mais bonito para ele vamos torcer para a desembargadora dar uma intimação para ele se e isso que ele quer ser mandado pela justiça que seja feita a vossa vontade!

01/10/11 - 10:56 - ana

que proveito esta se falando? ate onde sei a mesa esta aberta ha varios meses, querem sim decisões concretas sobre as questões pelas quais fizemos greve, e estamos batalhando para termos um salario justo

01/10/11 - 11:15 - ana

Somente quando realmente termos consciencia que somos maioria na saude e lutamos em conjunto teremos respeito pelos nossos governantes tome por exemplo os motoristas de onibus quando param param mesmo assim conseguem seus direitos Wagner matca e desmarca e o sindicato aceita sem questionar somos adultoe e profissionais da saude devemos e queremos respeito

01/10/11 - 15:14 - Marcelo

Este é o estilo Wagner de enrolar....e ainda tem inocentes que acreditam em tão vergonhosa enbromação!!!!

01/10/11 - 21:05 - Augusto Pereira

O mesmo cenário se descortina,face proposta dos sindicalistas e governo, a fim de que haja ganho nos vencimentos e não nos penduricalhos os quais não são levados para à inatividade.Esperamos que o governador Wagner cumpra o prometido e valorize realmente não somente ativos,mas inativos que trabalharam no passado e foram sustentáculo de governos anteriores.Em relação a URV o pagamento deve ser de maneira geral e não somente privilegiar funcionários da saúde.O Executivo é formado por trabalhadores da saúde,educação,segurança etc.etc.,não podendo haver discriminação. Augusto Pereira.

01/10/11 - 21:19 - Rodrigo montino de oliveira

oi colegas eu quero saber se vai pagar os servidoris da educasão ou e só da saude o e todus um abraço par vcs

03/10/11 - 10:26 - Digite seu nome

os funcionarios q dao 240 hs nao trabalham q os outros de 180hs oa funcionarios q dao 240 hs reclaman q os q dao 180 ganham o mesmo valor o serviço é o mesmo aq unica coisa q dao sao 03 sds a mais pq é criterio deles todos trabalham do mesmo jeito todos tem q ganhar igual pois sao do mesmo nivel quem quer ganhar muito tem q trabalhar mais q os outrossó a carga horaria q é maior pq quizeram nao menosprezem os colegas q dao 180 hs o pouco com deus ée muito abraços

03/10/11 - 15:39 - raimundo araujo de azevedo

Estou me esforçando para ser otimista em relação à avaliação de desempenho, GID e URV. Será um divisor de águas entre políticos que só enrolam sorrindo e homens sérios que governam e cumprem seus compromissos. É ver para crer.

03/10/11 - 16:41 - LUDMILLA

OS SERVIDORES COM 180H RECEBEM UM ACRESCIMO POR AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E OS DE 240H, NAÕ?! COMO É ISSO? ENTÃO ESTES PROFISSIONAIS COM EXTENSÃO DE CARGA HORÁRIA NÃO PRODUZEM, NÃO DESEMPENHAM NADA!!!!

03/10/11 - 17:52 - Messias Franca de Macedo

Prezado WELLINGTON HEOM, muito obrigado pela deferência, produto da sua generosidade. Hasta la Victoria Siempre! Felicidades ao amigo, extensivas a todos e a todas servidores da SESAB. Messias Franca de Macedo

03/10/11 - 19:13 - Isolina

As disparidades continuam ... quem cumpre carga horaria de 180hs recebe uma GID muito proxima das de 240hs. Com as cobranças instituidas pela instruçao normativa de agosto vai se tornar dificil uma mobilizaçao efetiva. Acredito que devemos continuar mobilizados e sensibilizar nossos colegas.

03/10/11 - 20:30 - ademar silva araujo

ESSE CRITÉRIO DE 180 HORAS GANHAR MAIS DOQUE OS DE 240 HORAS NINGUÉM ENTENDE SERÁQUE SOLLA DE SAPATO ENTENDE .....

03/10/11 - 21:11 - Alba Gomes

Há necessidade dos senhores e senhoras dirigentes de entidades que buscam solução para o problema salarial do funcionalismo público da Bahia,não se estribarem em querer aumento de gratificações.O funcionalismo ativo e inativo do Estado da Bahia precisa de vencimento dígno,onde prevaleça vontade dos sindicalistas, a fim de que nas negociações não sejam enrolados,haja vista que o Plano de Cargos e Vencimentos aprovado com aval dos mesmos foi verdadeiro cavalo de Tróia. Alba Gomes.

04/10/11 - 00:18 - Henrique Moraes

Faça ANARQUIA SALARIAL Sem consulta à categoria ou ao SINDSAÚDE-BA, o governo estadual publicou o decreto que regulamenta a GID, provocando uma verdadeira anarquia salarial na SESAB. Uns servidores receberam contracheque com a gratificação e outros não. Os percentuais são os mais desencontrados possíveis. Ou seja, uma bagunça. E um evidente retrocesso. Mais grave que na época da GIQ, quando as distorções ocorriam de uma unidade para outra, a situação agora, com o decreto de Wagner/Solla/Manoel Vitório, as diferenças se dão dentro de uma mesma unidade. Mantendo a política perversa em relação ao funcionalismo, os técnico - administrativos receberam “migalhas” a título de GID seu comentário Numa entrevista coletiva as véspera do embarque da seleção para mais uma copa do mundo, perguntado sobre qual o critério usado para a convocação dos jogadores para seleção do Brasil, o técnico Carlos Alberto Parreira, respondeu: “O critério é justamente não ter critério.” Esta com certeza foi a filosofia adotada pelo governo da Bahia na relação com o funcionalismo publico, quando trocou a GIC, pela GID e adotou o sistema de sorteios entre os contracheques dos servidores. Ah, naquela copa o Brasil foi eliminado.

04/10/11 - 10:11 - Isolina

Sera que nao eh o caso de suspender a instrução normativa ate encontrar solução para as distorções salariais? dentro das unidades esta instrução provocou verdadeiras aberrações. Ainda ha os descontos nas GID AD. Vamos focar tambem no enquadramento. Muitas pessoas se qualificaram e ate hoje não recebem nada por isto.Revisao do PCCV ja!!! com enquadramento por qualificação profissional e tempo de serviço!! tem muita coisa pendente. Lembremos tambem da URV que segundo nosso colega Messias a segurança vai ganhar antes de nos.

04/10/11 - 11:47 - Pouca vergonha....

È inacreditavel o cinismo do governador e do Solla. Claro que eles estão sabendo de todo o desmando nos nossos contracheques!!!! E quanto a URV, eles vão continuar jogando com a barriga. È o que sabem fazer!!!!

04/10/11 - 11:48 - Digite seu nome

PROVEITOSA?????? O QUE FICOU FECHADO???? SÓ PALAVRAS...NADA MAIS....

04/10/11 - 11:49 -

oS MEDICOS CALARAM-SE, SUPER SATISFEITOS COM SEUS CONTRA CHEQUES....

04/10/11 - 12:32 - Digite seu nome

Que Decreto é esse Henrique?? que não vi, estou ouvindo falar que a DIG maxima é de R$ 1.242,00 é verdade!!!!

04/10/11 - 12:45 - Bartolomeu Ramos

Sr. Governador pelo amor de Deus pague nossa URV pois estamos necessitando muito dessa importância para saldar as nossas dívidas Jesus irá te abençoar

04/10/11 - 15:51 - DESILUDIDA

EITA DESSEPÇÃO SINDICATO VC NÃO CONSEQUE NADA COM O GOVERNADOR?A QUANTO TEMPO ESPERAMOS POR ESTA URV ISTO É UMA VERGONHA...

04/10/11 - 15:58 - PENHA MORGADO

Eu mesma estou na 15a dires a 2 anos vindo da emergencia do hospital regional,só porque não consegui minha remoção oficialmente não tive esteaumento na GID. como é que aumenta uns e outros não? Sinceramente a dessepção é grande de mais.VEJA AÍ SINDICATO O QUE FAZER.

04/10/11 - 18:53 - Luiz Moraes

GID, VERSÃO PERVERSA DA GIQ “O desejo reprimido de privatizar tudo por incompetência ou má vontade administrativa vem aos poucos aflorando. Com a sorrateira terceirização do funcionalismo público estadual. Antes era só o REDA, atualmente existem todo tipo de empreitas, gatinhas e outros camaradas, que na maioria das vezes se transformam em fantasmas com o aval do poder publico que lhes confiam todos poderes, mas que dificilmente cumprem com os encargos sociais e trabalhistas pois na verdade não passam de pequenas empreiteiras oportunistas, verdadeiros aventureiros que não fazem questão nem de receber em dia, porque os que nelas trabalham já sabem que pior é ficar desempregado.”Acontece que esta omissão das responsabilidades adotadas á alguns anos pelos governos do nosso estado, vem causando danos irreparáveis na qualidade dos serviços públicos oferecidos á população em geral, e acabando com a representatividade dos quadros de profissionais efetivos e compromissados com a evolução do bem estar da categoria. Existe unidade da SESAB, que tem setores, com apenas 30%, dos profissionais que são realmente qualificados nos termos estatutários, os 70%, restante vem de outras origens e com interesses diversos, fragmentando assim a unidade do setor. E para apimentar ainda mais esses interesses diversos, justamente num momento em a presidente Dilma Rousseff, manifestou certo constrangimento com o fato de o Brasil destinar 40%, menos de verba para a saúde do que a Argentina, e estudar uma solução rápida para melhor aparelhar e qualificar os serviços nesta área, o governo da Bahia, demonstrando-se inverso ao pensamento da presidente nos empurra goela abaixo a GID, que apareceu com a finalidade de: Acabar com a GIQ ( Gratificação de Incentivo a Qualidade), direito adquirido a mais de 15 (quinze) anos, e criar uma incompatibilidade absurda com CET - extensão de carga horária, numa tentativa errada de tentar enxugar a folha de pagamento do funcionalismo, abdicando assim de uma forma ética. A GID veio também aumentar as disparidades financeiras já existentes porque acaba com a isonomia dentro dos setores de igual função na mesma unidade estadual, na demonstração de um visível equivoco que tem que ser revisto o mais rápido possível, para no mínimo tentar manter a auto-estima das pessoas que querem exercer com dignidade as funções que lhes são atribuídas já que estamos assistindo um verdadeiro afronte ao estado legal de direito democrático, que é o da justiça, com a negação do ressarcimento das perdas salariais decorrentes da implantação da URV. “Este governo tem a grande oportunidade de acabar com a idéia de que na Bahia, mudam-se os atores, mas os personagens são os mesmos”, para sepultar de vez as lembranças de um passado sombrio e pensar no presente e principalmente no futuro. Enquanto há tempo. VAMBORA BAHÊÊÊA!!

04/10/11 - 20:51 - ana

realmente e dificil quem trabalha 240 não teve nada de aumento e 180 teve afinal de conta como fica essa GID mesmo se for para 180 ganhar o mesmo de quem tem 240 e melhor todo mundo trabalhar 180, e essa conversa que Wagner vai pagar os policias primeiro do que a saude esta errado afinal quem ganhou na justiça foi saude oh justiça? gente esta na hora de uma greve por tempo indeterminado veja correios quantos dias de greve fucionario da saude são todos covardes nao vai a lugar nenhum!

05/10/11 - 08:26 - Digite seu nome

QUEM FOI QUE TEVE AUMENTO O PESSOAL DE 180???? PORQUE EU TENHO 180 HORAS E AINDA NÃO TIVE ESSE BENDITO AUMENTO...

05/10/11 - 09:22 - josé santos oliveira

cadê a gib maxima do servidor que seria atigida até outubro? ainda vai acontecer ou não sindsaude, nós gostariamos de uma resposta sobre isso por favor silvio nós contamos com vcs nessa luta e estamos aqui na paralização. abraços

05/10/11 - 11:11 - Henrique Moraes

Aí, se liga, o Decreto é nº 13.191 de 16/08/2011. Agora se Sigmund Freud explica-se, talvez Albert Einsten entenderia, "O laboratorio do mal".

05/10/11 - 14:23 - Eugênia

Olá, boa tarde. Gostaria de saber como anda o processo 0004016-02.2011.805.000-0, sobre a URV dos funcionários da SESAB e quanto tempo temos que esperar para o resultado final?

05/10/11 - 19:43 - ana

na minha unidade quem tem 180 teve aumento sim, eu tenho 240 e nao recebi nada! e quando a desembargadora vai mandar o governo pagar a URV? a esperança e a unica que morre espero receber antes de morrer!!! kkkkkkkkk

07/10/11 - 21:21 - Jussara

Encontrei a matéria abaixo no Correio da Bahia,enfim temos liberdade de opinião e direito de resposta não¿ Colunista : Clécio Max Fonte Correio da Bahia Clécio Max: Sindicatos com Wagner 20.08.2011 | Atualizado em 20.08.2011 - 13:14 Na convenção estadual do Democratas, que será realizada hoje, às 9h, no Gran Hotel Stella Maris, o presidente José Carlos Aleluia deve ser reconduzido ao cargo para mandato de três anos. Segundo Aleluia, será um evento festivo com direito a discussões sobre o projeto que o partido elabora para a Bahia. “É preciso acabar com a violência e garantir ao cidadão o direito de ir e vir. Sem esquecer a qualidade de vida, boa educação e uma saúde pública eficiente. Uma Bahia diferente do que fazem João Henrique (PP) e Jaques Wagner (PT)”. Ao falar em saúde, o democrata criticou o projeto do governo que pretende limitar o atendimento no Planserv. “Esse projeto é mais um dos absurdos do governo Wagner, que tem nas mãos sindicatos pelegos que fingem estar atuando na defesa do funcionalismo. Agem como os deputados da base aliada do governo, que vivem enganando o povo. É preciso mudar isso”, frisou Aleluia.

07/10/11 - 21:49 - Jussara

No dia 28 de outubro comemora-se o dia do funcionário público. A data foi instituída no governo do presidente Getúlio Vargas, através da criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil, em 1937. Em 1938 foi fundado o Departamento Administrativo do Serviço Público do Brasil, onde esse tipo de serviço passou a ser mais utilizado. As leis que regem os direitos e deveres dos funcionários que prestam serviços públicos estão no decreto nº 1.713, de 28 de outubro de 1939, motivo pelo qual é o dia da comemoração desse profissional. Em 11 de dezembro de 1990, foi publicado o novo Estatuto dos Servidores Públicos Civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais, a Lei nº8112, alterando várias disposições da antiga lei, porém os direitos e deveres desses servidores estão definidos e estabelecidos na Constituição Federal do Brasil, além dos estatutos das entidades em que trabalham. Os serviços públicos estão divididos em classes hierárquicas, de acordo com os órgãos dos governos, que podem ser municipais, estaduais ou federais. Os serviços prestados podem ser de várias áreas de atuação, como da justiça, saúde, segurança, etc. Mas, infeliz e triste não vejo motivo para comemorar, pois não me sinto funcionaria publica detentora deste direito, mesmo sendo servidora pública da saúde nunca tive o privilegio de ser contemplada com folga nem nesse dia ou em dia diferente, os critérios que a Administração Pública usam para minha categoria são injustos, alegam que quem trabalha em serviço essencial não tem direito a folga, só o pessoal administrativo, as outras categorias e chefias podem.Lêlêlê vida de nego é difícil.... Até quando ou quando teremos esse direito¿

09/10/11 - 12:53 - gerson ribeiro dos santos

Governador,tenha compaixão dos servidores do estado,é um direito deles,veja bem que todos necessitam de receber esta tão falada URV.Confiamos que desta vez V.Exa.cumprira o que for determinado pela Justiça.

11/10/11 - 09:22 - eu

Aberta as negociações e agora?Esatamos cansados de tantas reuniões sem nada de concreto..Gostaria de saber quando teremos uma solução O hospital Ana neri inteiro ficou sem equiparação da gid!!!Sindicato cd vcs?

11/11/11 - 17:57 - Ana Maria

GOVERNADOR! lembre-se quee foi eleito com o voto dos funcionario municipalizados,e que em breve havera eleiçao.O que o senhor fez ou vai fazer por eles?

15/01/12 - 21:45 - Roberto

voces se lembra do governo Waldir Pires, o atual é a mesma coisa só bla bla bla, não acredito nesse cidadão carioca.

Comente você também esta notícia:

Nome:
E-mail:
Comentário:
Imagem Contra Cheque

JORNAL (PDF)

Imagem Revista Jornal Setembro 2012 Veja todos os Jornais
Imagem Rodapé

Sindsaúde-BA - Av. Joana Angélica, 902, s/304-306, Nazaré, Salvador-BA
atendimento@sindsaudeba.org.br - Tel.(71) 3266-8940 / 8941 / 8942

Imagem Olhando